Guia de Floripa
Café modular na China quer incentivar arquitetura verde no país Probióticos são inúteis, OGMs são seguros e o glúten é necessário Buenos Aires em guerra contra a música eletrônica A arte em aquarela que a sua pele precisa conhecer O pai que tatua o braço com os desenhos do filho desde que ele tem 5 anos Conheça os traços finos e geométricos deste artista brasileiro Protetor solar feito para beber é uma forma inovadora de proteger a pele Artista faz tatuagens minimalistas em amigos em troca do que eles puderem oferecer Conheça a arte na pele de Cassady Bell Rússia inaugura a maior ponte suspensa do mundo com base para bungee jump Este é o perfil de policiais no Instagram mais legal que você já viu Conheça o serviço inovador que permite alugar carros de graça Incríveis trabalhos com ponto cruz são a nova onda da arte de rua Artista usa máquina de costura para fazer incríveis bordados inspirados na natureza Projeto colaborativo oferece próteses infantis de baixo custo inspiradas em super-heróis Bola de futebol inovadora usa o jogo para gerar energia capaz de abastecer um vilarejo inteiro Designer transforma garrafas vazias em objetos de decoração personalizados A pista de skate que evita inundações e armazena água da chuva Mãe transforma almoços dos filhos em uma grande brincadeira Carros alegóricos totalmente cobertos por flores em Festival na Holanda

sábado, 14/05/2016 às 11:28

Conheça os traços finos e geométricos deste artista brasileiro

Por

Com traços finos e certeiros, Diogo Ferrari marca com tinta preta as peles, criando desenhos repletos de geometria e referências tribais maori, que se estendem de forma orgânica nos corpos. O tatuador intitula seu estilo Black Work, tattoos em preto, ricas em contraste, que mesclam a vontade do tatuado com inspirações e o que Ferrari chama de inconsciente.

Natual de Campinas (SP), Ferrari começou a tatuar após aceitar um trabalho provisório na recepção de um estúdio de tatuagem. Ao se envolver com o trabalho, acabou gostando da ideia de tatuar e, em 2008, teve suas primeiras experiências com a tinta e a agulha. As linhas tribais e o geométrico surgiram no trabalho do artista alguns anos depois, em 2011, quando ele decidiu abandonar as cores e usar somente o preto em praticamente todas as suas tattoos. A partir de então, Ferrari tem se aperfeiçoado cada vez mais nos traços finos, incluindo também opontilhismo à sua arte.

Na hora de criar, o tatuador deixa a intuição fluir, buscando dar sentidos mais profundos à tattoo. “Muita gente acha que uma tatuagem é só uma decoração, um adereço. Mas ela envolve muitas coisas que para o cliente tem importância: tem ansiedade, tem medos e sonhos“, afirma.

Confira alguns de seus trabalhos:

diogo-ferrari1 diogo-ferrari2 diogo-ferrari3 diogo-ferrari4 diogo-ferrari5 diogo-ferrari6 diogo-ferrari8 diogo-ferrari9 diogo-ferrari10 diogo-ferrari11 diogo-ferrari12 diogo-ferrari13 diogo-ferrari14 diogo-ferrari15 diogo-ferrari16 diogo-ferrari17 diogo-ferrari18 diogo-ferrari19 diogo-ferrari20 diogo-ferrariextra

Para conhecer melhor o trabalho do artista e acompanhar as novidades, siga Diogo Ferrari no Facebook.

Todas as fotos © Diogo Ferrari

Fonte: Hypeness

Guia de Floripa